Luvas

 

Onde enterrar

as luvas de seda

que ocultei

para te acarinhar?

Onde esconder

o olhar de veludo

que bordei

para te proteger?

Onde dispersar

a ternura inútil

que conservei

em frascos de cristal

para te cobrir?

E este corpo de pétalas

que amanheceu

sem te tocar?

 

 

Brooke Shaden Brooke Shaden

 

Advertisements

Vaidade

 

-Childe-HassamF.Childe Hassam

Nenhuma vaidade

me amanhece

sei quão fina

é a pele que me veste.

Resgate

 

Virás

afrontar os muros

alagar as margens

vencer as cidadelas

que se interpuseram

entre nós?

Viras resgatar-me

com teus braços úmidos?

68051287_Dmitry_Laudin__splashDmitry Laundi

As Bodas

Durante séculos
lutei
para entender-me
aprendi
a duras penas
a amar-me
busquei nos outros
no mundo
quem me completasse
em vão
Casar-me-ei comigo.

 

michael-cheval-

Michael Cheval

Clemência

Já havia me aposentado

da vida.

Despedi-me dos livros infantis

por total falta de inspiração

e de editores

Apaguei apegos e desafetos

libertei-me das amarras

e fiquei à espera

à espreita.

Aguardando apenas

que o reino de Deus

se lembrasse de mim.

Eis que Ele muda os planos

inverte as rotas

e me obriga a recomeçar

numa idade em que

só quero repousar.

Que inesperadas surpresas

inauditos milagres

está Ele a me ofertar?

Peço clemência e

misericórdia.

Não exija demais de mim.

rossetti8 Gabriel Rossetti

Invalidez

broke ShadenBroke Shaden

 

Bates à porta
Não estou
Insistes
Não te atendo
nem a ti
nem a ninguém
Cerrei as janelas
baixei venezianas
e vesti de cadeados
todas as entradas.
Bates à porta
não te recebo
nem a ti
nem a ninguém.
Em todos os rostos
teu rosto
em todos os sons
teus apelos
em mim
murmúrios dispersos
pelos ventos.
Nunca estou!