Amanheci

victor bauer

victor bauer

Amanheci
antes que o sol
abrisse as pálpebras
à luz
e saí
a libertar as folhas
dos sonhos de orvalho.
pus-me a caminho
para descerrar as cortinas
que cobriam o mar.
Amanheceu
eu parti.

Cotidiano

Erik Johansson

Erik Johansson

O dia escorrega
entre os dedos
tento agarrar
os instantes
eu que nunca
joguei bola de gude.
Tento prender
a respiração
para que o ar
não se desgaste.
Viver é tão
trabalhoso
é tanto
desperdício.

Como Jó

Catrin W. Stein

Catrin W. Stein

Luvas de cetim
afagam minha carne
fogos de artifício
iluminam minh’alma
a alegria me hospeda.
Nada temo.
Teu olhar me cobre.

Poema ingênuo

Genute Burbaite

Genute Burbaite


Amo-te
com desvelo tanto
que nem às palavras
revelo teu encanto.
Amo-te em silêncio
resignadamente
como quisera
que todo amor
assim o fosse.
Sonho-te um querer
terno e doce
quase uma prece
e ao sonhar-te
minha alma nua
se enternece.

De qualquer maneira

Mesmo manca
caminho
sendo míope
revelo
cansada
me ergo
trôpega
prossigo
bêbada
reajo
e assim vivo
a bordar navalhas
à beira de abismos
a cortar os ventos
a desafiar a sorte
seguindo.

Mike Worrall

Mike Worrall

Veleidade

Broke Shaden

Broke Shaden

Sai a buscar
no intervalo
das ondas
nos braços
de mar
nos passos
da brisa
alguém
que tivesse
na doçura do olhar
estrelas cadentes
e no hálito
promessas de primavera.
Saí a buscar
e voltei
de mãos vazias