Mar em fuga

Marina Marcolin

Marina Marcolin


Eu vi o mar
ao dobrar a esquina
a fugir das algemas
da cidade triste
e oblíqua.
O mar corria
por entre as frestas
de concreto
e se esvaía.
Eu vi o mar
a abandonar a cidade
sombria.

Advertisements

Confissão

Há de haver
qualquer propósito
alguma razão
para tamanha
inapetência
tão grande
desvalimento.
Parece-me
que o mundo
descoloriu-se
eu só o vejo
preto e branco.
Como são vãos
os apelos
que até mim chegam
quão ensurdecedores
os ruídos
que o povoam.
Tudo o que o move
e interessa
nem de longe
rouba-me a atenção.
Parecem-me tão
repetitivos
os atrativos
tão em desuso
as seduções.
Confesso
o mundo me enfastia.
Lembra-me um história
que sempre se repete
que nada se recria.

Genute Burbaité

Genute Burbaité

Plástica

Dima Dmitriev

Dima Dmitriev

Despi vaidades
tantas…
Todas?
Ainda não.
Em seu lugar
trancei rugas
bordei estrias.
Tenho espelho
sei quem sou.
A plástica
me fez mais feliz.

Equívocos

Elena Ilku

Elena Ilku

Gastei-me à toa.
Usei a vida
a buscar quimeras.
O Grande Amor
a justiça
e o perdão.
Teci dias de ilusão
a garimpar
aqui e além.
Nada me veio
nunca os vi.
Recolho-me
hoje
quieta e só
e os vislumbro
rápidos
quase invisíveis
a cortar esquinas.

Dialetos do mar

Só quem aprende
a ouvir o mar
conhece-lhe
os dialetos.
Para perfeito
entendimento
há que se prestar
muita atenção.

Em suas falas
dormem
longas estórias
Memória de tempestade
relatos de naufrágios
registros de sacrifícios
Cardumes se aquietam
ao ouvir sua voz.
Ventos sopram
com doçura
a carregar as imagens
que ele nas ondas
projeta.

Se queres ouvir
o mar
aqueita-te.

David  Sala

David Sala

Alívio

LiliRoze

LiliRoze

Sonhei que amava
No corpo tremores
na pele ardências
na boca, a fome
nas mãos, urgência
Nos olhos,oceanos
Todo meu ser
transbordava.

Despertei aliviada.