colecionadora

flutuando Kelly Louise Judd

Coleciono perdas!
Ao longo da vida
acumulei
coisas perdidas.
Foram seres
amores
alegrias
inocência.
A cada perda
fiz-me mais leve
mais breve
mais nítida.
Quanto menos
tenho
menos almejo.
A cada dia
estou mais próxima
do espaço
das estrelas
do infinito.
Poucos fios
guardam
o que me resta.
Nem baú possuo,
reinos ou tesouros.
Preparo
minhas penas
apenas
para voar.

Desfaçatez

MInjae Lee

MInjae Lee

Ah,quantos risos
ele me roubou.
Quantas noites
me possuiu
tantos sonhos
ele desatou.
Ah,quantas mágoas
me imprimiu
com quantas nódoas
me tatuou.
Ah,são tão
perversas
as mutilações.
Ah,só desfacatez
o amor me fez.

Pela janela

Edward Hopper

Pela janela
ela viu o mundo
a girar.
Um desejo
desafio
de acompanhá-lo.
Rasgou as vestes
cortou as unhas
despiu a pele.
Quis uma borboleta
tornar-se.
O sangue tingiu
o sonho
a dor a fez
dobrar-se.
O voo?
Ficou na janela
a olhá-la.

Andorinhas

ANDORINHAS 014

As andorinhas
rasgam as nuvens
cosem nos céus
desenhos acrobáticos
As andorinhas
desafiam temporais
e despertam em mim
a vontade
de viver um pouco
mais.

Biblioteca

biblioteca
Em minha casa
não havia paredes
e sim páginas.
Folhas cobriam
espaços
visitavam as salas
livros cochilavam
no escritório de meu pai.
Em minha casa
os ruídos vinham
das capas puídas
as palavras sentavam-se
nas poltronas
a exigir tradução.
Em minha casa
eu me sentava
a olhar as estantes
altares a ocultar
deuses
estátuas do saber
diante das quais
eu me ajoelhava,menina
a fantasiar mundos.